domingo, 8 de fevereiro de 2009

Em apenas segundos



De repente como um sonho me vi sorrindo.
E sinceramente confesso que não sabia o que era, talvez a procura de um sonho,de uma ilusão impossível.
Mas o que seria o impossível.
Eu não sei.
Mas de repente alguém apareceu, do nada sem sentido, sem palavras.
Transformou segundos, minutos, horas, dias, meses, anos em coisas inúteis.
E se a noite as estrelas pudessem bilhar em volta de mim.
Um sentimento tão puro, tão ingênuo, que mas parecia uma criança feliz.
Procurei nas pessoas o que em frações de segundos encontrei em você.
Devolveu o que alguém um dia levou de mim.
Minha vontade de sorrir.

Michele Alexandra

3 COMENTÁRIOS:

luciano disse...

Esta muito bom recomendo e uma boa leitura o meu nome e luciano e gostei muito

luciano disse...

esta muito bom , gostei muito

marcelo disse...

Simples e direto, seu poema faz a gente imaginar e sentir o que vc quer sentir.

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário


Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

Este blog está protegido com os direitos de autor. É proibido fazer cópias do conteúdo deste blog, desde que coloque na mesma postagem um link dizendo que o meu blog foi a fonte.