domingo, 23 de agosto de 2009

Coração

coraçao

O meu coração.. Parou!!
Ele não bate..
Não chora..
Não senti a dor..
O meu coração parou, eu não entendo porque tem que ser assim..
Vivo em um mundo que para mim não me serve mas de nada.
Caminho por entre uma estrada.. que não me leva a lugar algum..
Eu me derreto em lágrimas..
E eu não queria que fosse assim..
Mas quantos como eu, vivem assim...
Em busca de algo para voltar a viver..
Para voltar a sorrir...
Quantos na dor da despedida.. assim como eu desejou morrer...
Supliquei para que não fosse assim, e na minha dor insistente.. quis ser valente, mas não consegui..
Porque sou gente...
E gente que é gente..
Chora..
Peca!!
Menti...
Se envaidece.. Senti....
Porém tanto
em volta de mim vive assim..
Porém escondem o que senti..
É muito mais fácil dizer não..
Fingir que não esta nem ai..
Porém eu perco o controle..
Como se minha alma, saísse de dentro de mim...
Pois este vazio não se afasta de mim...
E essa vontade imensa de chorar... de nunca mas parar..
Meu Deus.. eu queria partir..
Eu queria partir pra nunca mais voltar..
Pois não consigo...
Não consigo esquecer o seu sorriso..
Não consigo esquecer seu olhar...
Você me chamava de anjo..
Era bom ouvir você me chamando assim...
É como se eu tivesse um poder especial..
Eu queria tanto gritar o seu nome..
Pedir.
Implorar..
Suplicar!!
Pedir pelo seu amor...
Implorar, pelo calor do seu corpo no meu..
Meu Deus tudo foi um sonho meu...
Suplicar por sua boca na minha...
Ter você dentro da mim...
Sentir seu gemido... dentro do meu ouvido..
O suor do seu corpo misturado ao meu...
Meu Deus eu não consigo conviver com o adeus..
Porque você tinha que existir...
Até poderia.....
Mas não queria que fizesse parte da minha vida...
Como conhecer outra pessoa depois que te conheci...
Hoje eu queria muito falar com Deus...
Hoje mais do que qualquer outro dia..
Eu queria desfazer os nós de dentro de mim
Porque você pode enganar a todos..
Menos a si próprio..
Você pode passar sua vida... como quem encena uma novela...
Como quem... vive diversidades de vida...
Fingir pra todos.
Viver para todos..
Mas me diga.. como se faz pra fingir de nós mesmo..
Pra não desejar. O que não se pode ter...
Meu Deus eu preciso esquecer...
Esquecer tudo que senti ao te ver...
Esquecer, que esqueci de mim..
Quando toquei você
Meu Deus eu quero morrer...
Eu quero fugir de mim...
Esquecer que estou louca por ti..
Que me apaixonei..
Que para esquecer de você agora..
Preciso antes esquecer de mim...

1 COMENTÁRIOS:

Darlene ^♥^ disse...

nossaaaa q lindoooo,amei o poema
lindissimoooo..
parabéns Michele seu blog é 1000....

bjoooo...

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário


Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

Este blog está protegido com os direitos de autor. É proibido fazer cópias do conteúdo deste blog, desde que coloque na mesma postagem um link dizendo que o meu blog foi a fonte.